• 10 julho, 2021

O fumo e seu risco para o desenvolvimento da diabetes2 min

É de conhecimento comum que o tabagismo é um fator de risco para várias doenças, como as cardiovasculares, respiratórias e a maioria dos tipos de câncer.

Porém, estudos recentes divulgados pelo Centers for Disease Control and Prevention, demonstraram que tanto o fumo ativo quanto o passivo estão associados a maiores riscos também para o desenvolvimento da diabetes. 

Esta associação entre o fumo e a diabetes pode ser em parte devido ao efeito da nicotina sobre a sensibilidade à insulina.

O estudo em questão dividiu 3,9 milhões de participantes em 3 grupos diferentes, sendo que em nenhum deles havia pacientes com diabetes já diagnosticados no início do estudo.

Foram comparados os indivíduos que nunca fumaram, de modo que, o risco relativo de desenvolver diabetes foi 14% maior em ex-fumantes, 25% maior em fumantes leves (0-15 cigarros/dia) e 54% maior em fumantes pesados (>15 cigarros/dia)

Entre os possíveis mecanismos envolvidos nesse aumento do risco de complicações em diabéticos fumantes, destacam-se os seguintes fatores  influenciados pelo fumo: a promoção da obesidade central, as concentrações mais altas de cortisol nos fumantes, e o aumento de marcadores inflamatórios e do estresse oxidativo em fumantes. Além disso, a nicotina tende a influenciar as funções do pâncreas e , assim, reduzir diretamente a secreção de insulina.

De acordo com os estudos, são necessários cerca de 12 anos após a interrupção do tabagismo para que o risco relativo da ocorrência dessas complicações possam ser detectados em ex-fumantes.

Por isso conclui-se que, além do tabagismo ser um  agravante para quem já tem, também, atua como um fator causal para o desenvolvimento da diabetes. 

Diante disso cabe ressaltar que, se você tem histórico familiar de diabetes ou outros fatores de risco, para prevenir o desenvolvimento da doença, a interrupção do fumo é de grande importância.

Fique atento aos sintomas e se tiver mais dúvidas procure atendimento por um profissional da saúde.