• 28 maio, 2021

Por que a COVID-19 é mais grave em diabéticos?2 min

Você sabe por que diabéticos estão no grupo de risco para complicações e desenvolvimento da forma mais grave da Covid-19?

Os diabéticos têm o mesmo risco de contrair a covid-19 do que os não-diabéticos. Porém, esses pacientes têm apresentado taxas muito mais altas de complicações graves e morte do que as pessoas sem diabetes. Isso ocorre devido a alterações no sistema imunológico ocasionadas pelo excesso de açúcar no sangue, o que leva a : 

  • Excessiva reatividade do sistema imunológico, aumentando as chances de ocorrerem complicações pulmonares da covid-19;
  • Distúrbios de coagulação, aumentando ainda mais as chances de tromboembolismos nos pacientes acometidos pela covid-19;
  • Desequilíbrio metabólico, reduzindo então a resposta imunológica ao covid-19.

Além disso, a longo prazo, o paciente diabético tem a tendência a apresentar alterações em órgãos como, rins e coração. 

Os sintomas da covid-19 em diabéticos são similares aos de não diabéticos: dor de garganta, tosse, cansaço e dificuldade para respirar. Com exceção da febre, que, embora, muito comum na maioria das pessoas, pode estar ausente nesses pacientes.

Outro ponto importante é de que, ao se contrair o vírus, pode ocorrer um descontrole na regulação do açúcar no sangue, inclusive antes de aparecerem os sintomas da covid-19, provocando vômitos e diarreia.

Fique atento aos sintomas que indicam gravidade da doença, como: 

  • sensação de falta de ar. 
  • dificuldade de respirar;
  • dor no peito;

Caso você sinta algum deles, procure o atendimento médico imediatamente!

Vale ressaltar que é importante que o diabético esteja com sua glicemia controlada, pois, se a diabetes for bem gerenciada, o risco de ficar gravemente doente com o Covid-19 é quase o mesmo que a população em geral. 

Se você é diabético e está com a glicemia descontrolada, caso seja infectado pelo covid-19,  devido ao sistema imunológico deficitário, a infecção pelo vírus será maior, o que poderá ocasionar um aumento da resistência à insulina, resultando em elevação do nível de glicose e de noradrenalina, dificultando, assim, o controle do diabetes e a eliminação do vírus.

Diante disso, além de manter o controle da glicemia e realizar as consultas periódicas com seu médico, é importante manter as medidas de prevenção da covid-19, como  higienização frequente das mãos, uso de máscaras e distanciamento social. Dessa forma você poderá evitar a contaminação e seus possíveis agravamentos. Fique seguro!