• 11 agosto, 2020

Meditação funciona para crianças? Veja como ensinar seu filho a meditar e conectar-se com ele mesmo desde cedo1 min

Cada vez mais mães têm encontrado na meditação a ajuda que precisam para alcançar a tranquilidade e apreciar um momento de paz na companhia de quem elas mais amam: seus filhos.

Colocar crianças para meditar desde cedo é o primeiro passo para aumentar a qualidade de vida do pequeno e ajudar para que ele desenvolva uma melhor conexão com ele mesmo logo nos primeiros anos de sua vida. 


Como resultado, ele passará a conhecer melhor sobre sua própria mente e conseguirá lidar melhor com problemas de estresse, baixa auto-estima ou dificuldades de sono e se tornará um adulto mais satisfeito.

Segundo a Monja Coen, uma das maiores palestrantes e seguidoras do budismo no país, a prática da meditação não é uma exclusividade dos adultos. “É  da natureza humana a capacidade de meditar. Não tem nada a ver com idade“, disse ela em uma de suas palestras publicadas no YouTube. 

Ela defendeu que os pais devem incentivar crianças a praticarem a meditação, mas ressaltou que elas possuem estímulos e necessidades diferentes que os adultos, por isso, é necessário bom senso e “não forçar os pequenos a meditarem por uma hora virados para a parede”, por exemplo. 

Como fazer seu filho(a) meditar?

É indicado inserir a meditação na vida dos pequenos a partir dos 3 anos, mas sempre respeitando a maturidade emocional dele. 

Colocar a criança em uma posição confortável e guiá-lo para um mundo da imaginação por 5 minutos pode acalma-lo. 

No início, ele pode sentir dificuldade de concentração, mas gradualmente ganhará mais familiaridade com a prática. 

Fonte: Bons Fluidos  01/08/20