• 1 maio, 2021

COMO O PESO PODE AFETAR SUA PRESSÃO ARTERIAL2 min

A hipertensão arterial é uma doença que pode ser agravada por diversos fatores, entre eles está a obesidade.

Isto ocorre porque a obesidade, na maioria dos casos, está diretamente relacionada à ingestão inadequada de alimentos com excesso de carboidratos (açúcares), gorduras, sal e ao sedentarismo. Este desequilíbrio entre a ingestão maior e um gasto menor ocasiona o ganho de peso.

A relação entre a obesidade e a hipertensão se dá na medida em que, quando uma pessoa se torna obesa ocorrem modificações hormonais, tais como o aumento dos níveis de insulina e a maior retenção de sódio pelos rins, desencadeando a elevação do volume sanguíneo circulante e consequentemente a perda da regulação da pressão sanguínea. Estes fatores contribuem significativamente para o desenvolvimento da hipertensão arterial.

Nessa perspectiva, são consideradas obesas as pessoas que possuem alto índice de massa corporal (IMC), valor este, acima de 30kg/m², que é calculado a partir do seu peso e altura. 

O excesso de peso pode ser causado por diversos fatores, desde alterações hormonais, como também a genética de cada um e até mesmo a idade. Mas o que muitas pessoas não sabem é que um excesso de apenas 20% do peso normal já pode aumentar em até oito vezes a incidência da hipertensão arterial!

Existem diferentes formas de obesidade, mas a do tipo visceral, também conhecida como obesidade abdominal, é a que está mais associada à elevação da pressão arterial. Sabe-se hoje que medidas de emagrecimento para pacientes obesos reduzem os riscos de hipertensão e, também, de doenças cardiovasculares.

Em pessoas que sofrem com a obesidade, uma das principais formas de prevenir o surgimento da hipertensão é realizar mudanças no estilo de vida. Isso porque até mesmo pequenas reduções de peso já podem normalizar os níveis da pressão arterial em pacientes com hipertensão leve.

Portanto, apesar de ser difícil, é importante para o hipertenso que tem obesidade buscar motivação para adquirir hábitos mais saudáveis que  além do emagrecimento propicie a prevenção de riscos da hipertensão.