• 27 agosto, 2021

Como o cigarro contribui para o desenvolvimento da hipertensão1 min

Um dos principais fatores que prejudica a saúde e aumenta os riscos para quem tem hipertensão é o tabagismo.

A pressão arterial pode ser definida como a força com que o sangue bombeado pelo coração bate na parede do vaso sanguíneo. O tabagismo faz com que essa parede fique rígida, aumentando por sua vez, a pressão arterial. 

Além disso, o fumo promove uma maior coagulação do sangue e a formação de placas de gordura, facilitando o desenvolvimento de trombos que entopem as artérias. Esses entupimentos, diminuem o espaço para o sangue passar dentro dos vasos, ocasionando também o aumento da pressão arterial.

O cigarro também provoca um efeito inflamatório no sistema cardiovascular, contribuindo ainda mais para o entupimento das artérias.  

É preciso lembrar que mesmo os fumantes passivos, pessoas que não fumam mas que estão em constante contato com a fumaça do cigarro, devem se preocupar com a hipertensão. Estas pessoas também têm um risco maior de hipertensão do que quem não tem contato algum.

Desenvolver atividades e rotinas diferentes, que tiram o foco dos hábitos que levam ao fumo, como atividades físicas e novos passatempos, facilita sua interrupção.