• 4 janeiro, 2022

Comida congelada e seus riscos à saúde2 min

Muitas pessoas costumam consumir comida congelada devido à correria do dia a dia. Elas são práticas e podem até ser saborosas. No entanto, por mais que você possa estar acostumada com esse tipo de alimentação, ela pode trazer sérios prejuízos à sua saúde.

Quais os malefícios da comida congelada?

A comida congelada, mesmo que seja caseira pode prejudicar sua saúde quando consumida em exagera e preservada de forma inadequada.

Isso porque esses alimentos são muito calóricos e possuem alto teor de sódio. Quando você consome em exagero essas substâncias pode provocar aumento da pressão arterial e pedras nos rins.

Além disso, o sal contido nos congelados pode causar problemas cardiovasculares, aumentar os riscos de cataratas e ocasionar câncer no estômago.

Esses produtos, especialmente industrializados devem ser conservados de maneira certa para reduzir os riscos à saúde. Mas vale ressaltar que uma alimentação com produtos frescos são mais recomendados para quem deseja uma vida mais saudável.

Como conservar os alimentos congelados?

A comida congelada é uma opção, especialmente para pessoas com a vida mais corrido que não possuem tempo de preparar outras refeições. Isso acontece porque basta colocar o alimento no micro-ondas e em poucos minutos ele estará pronto.

Mas ao contrário do que muitos pensam, os congelados não podem ser armazenados por tempo indeterminado e devem ser guardados e preparados com cautela para que não aumente os riscos de doenças.

Você deve respeitar o prazo de validade dos alimentos e evitar que eles fiquem no seu freezer por muito tempo para que não percam valores nutricionais. Além disso, eles devem ser congelados na parte de cima do refrigerador em uma temperatura de -6°. Se você costuma utilizar um freezer, então a temperatura ideal deve ser de -18°.

Para congelar os alimentos, é importante observar às necessidades do tipo de alimento.

Frutas devem ser higienizadas e os caroços devem ser removidos antes de ir ao congelador. O mais indicado é que você congele porções exatas de consumo. Ou seja, se você costuma consumir 2 frutas ao dia, então congele porções de 2 em 2 para que não seja necessário o o congelamento novamente de sobras;

Hortaliças devem ser lavadas, fervidas e resfriadas em seguida para que ocorra um choque térmico. Depois podem ser congeladas em partes;

Carnes devem ser limpas e congeladas em porções em quantidades que também serão consumidas;

Alimentos pré-preparados devem ser colocados em embalagens próprias e colocados em um recipiente com água e gelo. Você deve armazenar o produto no refrigerador primeiro e depois de frio pode colocar no freezer.

A comida congelada não pode substituir uma refeição fresca e balanceada. Por isso, evite o consumo sempre que for possível.