• 8 setembro, 2019

6 tipos de pessoas que devemos ter sempre por perto3 min

Afinal, a vida fica bem mais leve com quem nos motiva a ir atrás dos nossos sonhos.

Diz o ditado que as pessoas com quem andamos dizem muito sobre quem somos e quem nos tornamos ao longo da vida. “A pessoas com quem passamos mais tempo determinam as conversas que atraem nossa atenção. Com o tempo, começamos a falar como falam, ler o que leem, pensar o que pensam, tratar os outros da mesma maneira”, lista Ricardo Martínez, autor do livro Elígete a Ti Mismo y Haz que Funcione (ou “escolha você e faça com que dê certo”, em português) em um artigo do El País.

As amizades que nos ajudam a ver o lado bom da vida são essenciais As amizades que nos ajudam a ver o lado bom da vida são essenciais.

Ou seja, escolher passar seu tempo com quem te coloca para cima e te desafia a ir além é uma boa fórmula para viver bem e feliz da vida. “É preciso saber se cercar de pessoas motivadas e inspiradoras, isso aumentará nosso bem-estar emocional e nossa capacidade de aprendizado, e viveremos um maior crescimento pessoal”, diz a psicóloga Elena Cedillo, que dá seis exemplos dos melhores tipos de pessoa para termos por perto.

Motivadas: Comprometidas e ativas, elas estabelecem metas e vão atrás do que querem, sem se paralisar pelo medo. Se você é do tipo que fica remoendo erros, é bom ter essa pessoa por perto, porque ela sempre nos lembra de que cada erro é uma experiência de crescimento e aprendizado.

Inspiradoras: São aquelas que assumiram as rédeas de suas vidas, arregaçaram as mangas para mudar o que não gostavam e já mostraram ter uma grande capacidade de superação. Perseverando e acreditando em si, elas nos mostram que nunca é tarde para criar propósitos de vida e perseguir nossos objetivos.

Positivas: Nos piores momentos, são elas que nos ajudam a enxergar o lado bom das coisas e a solução para os nossos problemas. Pessoas positivas nos fazem acreditar nas nossas possibilidades e nos levam a sorrir mais.

Abertas: Livres de preconceitos, estão sempre dispostas a ouvir opiniões diferentes e, ao sentir empatia pelos outros, não têm tanto medo de mudar. São as pessoas abertas que nos ensinam a ter mais flexibilidade, a buscar o diálogo e a aceitar as críticas sem perder o equilíbrio emocional.

Apaixonadas: Quer coisa melhor do que conviver com quem vive com entusiasmo, aproveita cada momento e investe tempo no que realmente desperta paixão? Essa alta motivação é o melhor combustível para encontrarmos, também, as nossas verdadeiras paixões.

Agradecidas: Em geral tendemos a nos concentrar nas coisas que não nos satisfazem –e com isso não percebemos as coisas boas que acontecem constantemente. Conviver com pessoas agradecidas aumenta nosso bem-estar emocional e nossa atenção ao momento presente (e nos faz reclamar menos da vida).

FONTE: Viva Longevidade